Pesquisa, realizada em parceria entre a CGU, a FGV DAPP e o Nic.BR, procura mapear os atores e redes que usam dados abertos no Brasil

Conhecer os perfis de utilização de dados abertos nas três esferas de governo, nas organizações sociais, na academia, nas empresas e outros setores da sociedade é um constante desafio para o melhor direcionamento de uma Política de Dados Abertos que atenda às necessidades de cada um desses grupos. É por isso que, durante a elaboração do 4º Plano de Ação Brasileiro na Parceria para Governo Aberto (OGP), estabeleceu-se um compromisso que visa estabelecer um modelo de referência para a política, com base no conhecimento desse ecossistema.

O levantamento, conduzido em parceria da Controladoria-Geral da União (CGU) com o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) e a Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV DAPP), visa mapear os atores e redes que utilizam dados abertos, para subsidiar a elaboração de políticas que aproximem o fornecimento das necessidades de uso de dados abertos governamentais no país. Pretende-se conhecer as atuações individuais e em rede que formam o ecossistema de dados abertos.

pesquisa-ecossistema-dados-abertos-2019

As informações coletadas pelo questionário servirão para conhecer de que forma os atores nas três esferas de governo, organizações sociais, empresas e demais segmentos da sociedade civil utilizam os dados abertos. Esse mapeamento contribuirá para que a CGU e os participantes avancem no desenvolvimento de soluções conjuntas para melhoria das ações e da política de dados abertos no Brasil. Os interessados podem contribuir com a pesquisa, por meio de formulário online, até o dia 2 de junho.

Participe: www.governoaberto.cgu.gov.br/pesquisa

Parceria para governo aberto

4-plano-de-acao-ogp

Esse levantamento é um dos compromissos do 4º Plano de Ação do Brasil na Parceria para Governo Aberto (OGP). A iniciativa global tem o objetivo de estimular a constituição de governos abertos pelo mundo, ao incentivando que as administrações públicas sejam cada vez mais transparentes e participativas.

Fonte: Portal de Governo Aberto da CGU